Apesar de possível safra recorde de soja no BR, preços seguem firmes

A colheita de uma possível safra recorde avança no Brasil, mas os preços domésticos seguem firmes. Produtores consultados pelo Cepea estão cumprindo contratos, afastados de novos negócios.

Esse cenário, atrelado às constantes valorizações do dólar e à decisão do governo argentino de suspender novos registros de exportação, tem sustentado os preços internos.

De 21 a 28 de fevereiro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) e CEPEA/ESALQ Paraná subiram 1,19% e 0,1%, respectivamente, fechando a R$ 89,86/sc de 60 kg e a R$ 82,91/sc, respectivamente, nessa sexta-feira, 28. 

Fonte: Cepea

Faça um comentário

Você deve estar logado para comentar este post.